Dave fala sobre o futuro do Sum 41 e a relação com os integrantes da banda:

Entrevista incrível e emocionante com Dave falando sobre o futuro do Sum 41 e sobre sua relação com os integrantes da banda:

Sum 41

FONTE

01: Parabéns pelo 13 Voices. Que tipo de mensagem você sente que o Sum 41 passa com este álbum?
.
Dave: Eu acho que a mensagem do 13 Voices é semelhante [de álbuns anteriores], mas o desejo e as perspectivas são diferentes. Nós escrevemos um álbum que leva o som do Sum 41 a mais um passo no que diz respeito à composição e como isso chega nas caixas de som
som. Este disco soa como nós, [mas] nós temos coisas novas para escrever sobre e novos sons para tentar incorporar. Nós estivemos quatro anos fora e estamos ansiosos para ver nossos fãs antigos e novos fãs nos shows.
.
02: Este é o seu primeiro álbum de volta com a banda. Para você, qual foi a sensação de voltar para a banda, tanto no estúdio e no palco?
.
Dave: Voltar para a banda foi fácil. Eu sou amigo dos caras por anos e eu me tornei amigo imediatamente do nosso novo baterista, Frank. No estúdio foi uma viagem no tempo. Lembro-me de tocar o solo de God Damn I’m Dead Again com Deryck e ambos apenas olhamos um para o outro e lembramos o quão divertido que é trabalhar em estúdio. Isto é raro, porque os estúdios não são super divertidos. Quanto ao vivo, temos chegado a um novo nível, graças à adição de Frank e eu na banda. Prepare-se para baterias contundentes e rock n ‘roll.
.
03: Todos mudam ao longo dos anos, especialmente os criativos. Qual foi a maior diferença que você viu no Sum 41 após a sua volta, que não estava lá quando você saiu da banda?
.
Dave: A primeira mudança que eu notei foi que estávamos com sede e prontos para tocar. Quando eu deixei a banda nós estávamos no fim de um ciclo de trabalho sem pausas de sete anos. Naquela época, estávamos cheios e isso foi caminhando para o momento da minha saída.
.
04: Como foi seu retorno ao Sum 41? Como foi as conversas iniciais com Deryck?
.
Dave: As primeiras conversas entre Deryck e eu foram incríveis. Passamos a falar sobre os velhos tempos e como queríamos aquilo de volta. A vibração e a incerteza de voltar, em seguida, fez algo especial – que nos ajudou a esculpir os nossos caminhos e nossa amizade se aprofundou mais do que poderíamos ter imaginado. Eu acho que essa base da amizade foi a principal razão para me eles me terem de volta na banda.
.
05: O que você precisou fazer para re-ingressar ao Sum 41 e fazer sentido para você?
.
Dave: A primeira coisa que falamos foi ter três guitarristas. Tom [Thacker, guitarra] é um músico incrível e perdê-lo teria sido um verdadeiro passo para trás para a banda. Nós já estávamos lidando com o fato de que Steve [baterista original] não estava mais lá, Deryck me disse sobre esse baterista que ele estava trabalhando e me enviou um link do seu trabalho. Eu fiquei encantado. Como pode esse cara ser tão fantástico e preciso? Uma vez que tudo isso se resolveu, senti realmente confortável voltando para banda.
.
06: Esse reencontro com o Sum 41 era algo que você esperava que um dia acontecesse? Ou, isso é algo que até para você foi surpreendente?
.
Dave: É claro que a conversa de voltar para a banda foi surpreendente, mas eu queria estar de volta no Sum 41, logo que ouvi Screaming Bloody Murder. Esse álbum foi exatamente o que a banda precisava fazer.
.
07: Até agora, os fãs sabem dos tempos difíceis de Deryck que levam até este álbum. Como foi para você ver isso? Como isso afeta o seu relacionamento atual?
.
Dave: Eu não posso explicar o quanto ele passou, a notícia de um de meus irmãos que possivelmente poderia morrer mudou minha vida. Eu estava olhando para a possibilidade de doar meu fígado, a fim de ajuda-lo. O resultado mais importante e melhor veio a acontecer – ele está vivo! Isso em si é inspirador e é o combustível para que esta banda se recuse a se extinguir.
.
08: Do ponto de vista criativo, isso fez com que a química que vocês tiveram no passado voltasse imediatamente ou isso demorou mais tempo do que o esperado?
.
Dave: A química era aparente e foi imediato. Acho que o nosso comportamento descontraído uns com os outros e a nossa vontade de fazer e tocar cada canção cria o melhor ambiente para fazer nossas jams. Trabalhar com Frank foi e ainda é uma viagem, ele e Steve são animais e completamente diferentes. Eu amo ambos e devo muito a eles tanto quanto a minha própria ética de trabalho e inspiração.
.
09: Como você compararia 13 Voices aos outros álbuns do Sum 41 em que você trabalhou, em termos de processo e resultado final?
.
Dave: O processo para 13 Voices foi incrível – foi a primeira vez que fomos capazes de trabalhar em nosso próprio estúdio e se concentrar em nossas performances sem restrição de tempo. Normalmente, no estúdio, estamos lidando com orçamento e acabam por excesso de trabalho e odiamos o processo. Desta vez, fizemos o registro em nosso tempo, e para os fãs, devido ao fato de que foram eles que financiaram.
.
10: O que este álbum significa para você?
.
Dave: Pessoalmente, eu acredito que este é o próximo passo depois de duas décadas na industria da música que mudou drasticamente desde que começamos. Significa que os fãs acreditaram em nós o suficiente para fazermos um registro que eles estavam dispostos a financiá-lo – embora nós não tivéssemos nenhuma gravadora. Em outras palavras, esse registro significa tudo para nós. Temos muito a provar e nós estamos prontos para assumir o desafio.
.
11: Se tanto a mudança de pessoas, experiências de quase-morte e as mudanças na música não podem parar o Sum 41, o que poderia então? Um asteroide? Uma praga imprevisível? Ou esta é uma banda que está destinado a viver para sempre?
.
Dave: Eu acho que a única coisa que pode nos parar somos nós mesmos. Enquanto nós mantermos o foco e curtir o que estamos fazendo, o Sum 41 pode viver por um longo tempo. Quero dizer, olhe 2-Pac, ele morreu e ele ainda está liberando músicas e atuando como um holograma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: